365 Dias de Amor Verdadeiro

Não havia respostas, mas também não havia dúvidas. Não conseguimos até hoje explicar o que aconteceu entre nós, só sabemos contar e contar com nossos sorrisos bobos de amor e os olhos marejados de emoção como nos (re)encontramos. Nossas almas se descolaram em algum momento da eternidade e, dês de então procurávamos nossas metades por aí. Aí então, naquela madrugada em que nos tocamos pela primeira vez, foi como se nos grudássemos como dois chicletes na sola do mesmo sapato. Hoje eu não vivo mais sem ela, sem o seu jeito de ser, faz um ano e parece que faz 10.000 que nos conhecemos, ao mesmo tempo parece fazer 1 semana que te vi (de novo) pela primeira vez. Ainda sinto aquele frio na barriga quando vou vê-la, e fico que nem bobo escolhendo a roupa que ela mais vai gostar. Eu a prometo, por nosso primeiro e lindo ano, e por todos os outros a seguir, serei sempre o mesmo apaixonado, que foi enfeitiçado pela Princesa mais linda que eu já conheci.

Anúncios

Eu preciso falar de amor para vocês.

Pois é, passou o dia dos namorados. Mas esse dia é mesmo tão relevante para nós? Para começar a escrever, tenho que deixar claro, por mais gasto que esse clichê esteja, eu sei que posso melhorá-lo, pois bem vamos lá…

Para ela.

E dês de aquele dia, é você que está em todos os meus pensamentos, desde o momento em que coloquei meus olhos em você, é você quem define todos os meus momentos. Eu não consigo, nem quero, esconder esse sentimento. Se eu pudesse escreveria no céu o quanto te amo, mas nem assim explicaria o quanto eu desejo viver o resto da eternidade ao lado teu.

Sobre a ansiedade.

Nota: Esse texto pode conter traços de minha personalidade mais obscura, pode te parecer doloroso e insuportável pensar como eu penso, ou pelo menos tentar. Lembro que estes são delírios de minha mente em momentos comuns noturnos, que hoje acontecem raramente, as soluções ainda não descobri e, se descobrir, dedicarei um novo texto aos chamados e autodenominados: ansiosos.

Morada

Hoje eu me sinto abençoado. Silenciam-se as vozes em minha cabeça logo após um simples pensamento em você; acredito quê, sua voz seja um analgésico, para a alma. Você é o meu sol, seu sorriso iluminou a minha vida e o que eu tenho que fazer é não deixar ele se apagar. Eu moro em ti, desde o primeiro toque. Dentro de você eu encontrei o amor e aqui eu quero ficar.

Somos operários.

Você se desdobra, estuda, trabalha, engorda e adoece. Quase morre de enxaqueca e dor nas costas, todo dia é dia para perder a paciência e voltar a si, mais de dez vezes. Não desiste, sabe que um dia será recompensado, sabe que um dia será valorizado pelo seu esforço; mas logo se da conta que na verdade não desiste, simplesmente porque sabe que não têm ninguém para fazer por você. E aí, quando tudo são flores, aparecem os invejosos. Afinal, o que é mais um dia de suor na vida de quem ‘nasceu para ser operário’?

Ser de Câncer.

Acreditar ou não acreditar no que diz o bendito zodíaco não é a questão. A questão é que ser desse signo já te faz supersticioso e apegado a tudo que possa te proteger e te fazer se sentir mais seguro. Ser de Câncer, é mais do que acreditar em tudo, é ser apaixonado por tudo e por todos, vivendo cada sentimento como se fosse a última gota de chuva.

(Re)Surgir.

Acho que a síntese para esse ano, é isso, sem preguiça, coisas novas, fora do roteiro e, que não foram prometidas. Que seja novo, o que é novo. Na velocidade que precisa ser.

Você não escolhe.

Procure entender, querer não é poder, não vai acontecer nada exatamente do jeito que você quer. E por mais que você amaldiçoe tudo porque as coisas não saíram como você planejou, uma hora ou outra, acredite, você vai agradecer ao seu destino, as casualidades da vida, por te trazerem a felicidade que você também não esperava.

Olho por olho

Lama nacional, em Mariana e no Senado, sangue mundial, aqui, na França, na Síria em todo lugar, o sangue que escorre em nossas mãos é fruto de atitudes repetitivas e não-funcionais, que vem refletindo e refletindo destruição a décadas, além da corrupção e o descaso que vivemos em nosso país, causando uma dos crimes ambientais mais repugnantes já ocorridos. Quando isso vai acabar? Qual são os valores das vidas que perdemos pelas mãos da Vale em Mariana? Quando é que vamos perceber que, não se paga sangue, com massacres, não se paga dor, com sofrimento, não se paga guerra com mais e mais destruição; quando é que vamos entender que, olho por olho, o mundo todo logo vai acabar cego.

Imediatamente amor

É tenho que concordar os tempos são outros, é difícil confiar de olhos fechados, quase não existe um amor de primeira vista e aqueles romances de filme que, já soavam como ilusões, hoje são belas comédias se quiserem se passar por tão perfeitos. Mas o fato é que, não estamos vendo, que o erro tá aqui, em cada um de nós. Acredita?

Seja quem você sonha.

Fala pra todo mundo que homem nenhum presta, vive falando que prefere morrer sozinha e que o amor não existe. Quando tem alguém em suas mãos, trai, maltrata, descuida e perde, é sempre a mesma história “Ele não era pra mim, não era o que eu queria pra mim”. Ele tem culpa sim, mas não só ele. Você tem todas as chances de ter alguém que vale a pena, mas primeiro você tem que valer a pena.